fbpx

A amizade verdadeira

O que significa amizade

É coisa muito importante saber escolher as amizades. Com os bons serás boa, com os maus tornar-te-ás má.

A escolha de nossas amizades

Pe. Matthias Bremscheid no seu livro “Donzela cristã na joia da sua juventude”, p.149, define neste termos a escolha de nossas amizades:

“As relações de amizade só as terás com poucas moças, que tomam a sério os seus deveres, quer religiosos, quer outros, o que poderá fortalecer-te em tudo que é bom e agradável a Deus. Mas, semelhante amiga é um dom inestimável do Senhor e uma grande felicidade para ti, sobremodo se te achares em lugar estranho e longe da casa paterna. O convívio com ela dar-te-á segurança e proteção contra muitos perigos, e te comunicará alegria e ânimo para o bem. Portanto, se a tiveres encontrado, permanece-lhe fiel, que daí só te provirão abundantes bênçãos. Aviso-te, porém, seriamente: evita, o mais que puderes, toda convivência com moças vaidosas e frívolas.”

Quão pernicioso não será para ti a convivência com tais pessoas, se forem acostumadas com conversas levianas contra a religião e os bons costumes! Como não te hás de tornar, em pouco tempo, vacilante na tua santa fé e na virtude!

A amizade cristã

O Pe. José Baeteman (1958, p.57) aponta nestes termos como é uma amizade verdadeiramente cristã.

Em suma, não é do diabo encarnado que precisais, mas sim de uma amiga, piedosa, boa, caridosa, fiel, pura, dedicada, sincera, prudente e, sobretudo, de uma amiga que vos ame o bastante para poder desempenhar junto a vós o papel de um anjo da guarda. Se quiserdes procurar bem entre vossas companheiras, achareis essa amiga. Ou seja, escolhei-a entre mil, pois ela deve ser:

Dedicada, pura, confiante e finalmente, deve ela procurar antes de tudo a perfeição das almas.

Deveis considerar as vossas duas almas, ajudar-vos mutuamente na trilha da perfeição, corrigir-vos mutuamente dos vossos defeitos, advertir-vos, dar-vos conselhos, e, quais duas heras, agarrar-vos aos carvalho que é Deus. Devendo Deus ser aquele a quem cada uma das duas amigas ame acima de tudo.

Prática: Fugir das más companhias.


Clique aqui para ler o nosso artigo “Sobre o perigo das danças e das festinhas” e tirar as suas dúvidas acerca do assunto.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE A MAIS DE 100 MIL LEITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade