fbpx

GRUPO EXCLUSIVO PRÉ VENDA LIVRO ANTICOMUNISMO

EU QUERO ENTRAR!

Como um cristão deve reagir a uma ofensa?

Tempo de leitura: 3 min

Somos perseguidos, sim, porque Aquele a quem seguimos também foi perseguido. Assim aconteceu ao longo de toda a história, e assim também acontecerá ao fim dos tempos. No entanto, como devemos reagir a isso? Com ódio, intrigas, xingamento e mais perseguições? Jamais.

Entenda mais sobre estas situações com esta reflexão da Epístola escrita pelo padre Jean Croiset em sua obra Ano Cristão!

Leitura

A leitura está em na primeira epístola de São Paulo aos Coríntios, capítulo 4, versículos de 8 a 14:

Irmãos: […] fomos entregues em espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens. Nós, estultos por causa de Cristo; e vós, sábios em Cristo! Nós, fracos; e vós, fortes! Vós, honrados; e nós, desprezados! Até esta hora padecemos fome, sede e nudez. Somos esbofeteados, somos errantes, fatigamo-nos, trabalhando com as nossas próprias mãos. Insultados, abençoamos; perseguidos, suportamos; caluniados, consolamos! Chegamos a ser como que o lixo do mundo, a escória de todos até agora… Não vos escrevo estas coisas para vos envergonhar, mas admoesto-vos como meus filhos muito amados.”

NOTA — São Paulo pregava o santo lema da Cruz. Para tanto, ele se utilizava de toda a simplicidade do Evangelho, sem recorrer às pompas políticas nem à eloquência profana. É o que o fazia passar por um imbecil no espírito dos idólatras e dos coríntios não convertidos, e é disso que ele se glorifica.

Reflexão

Não se reconhece menos o discípulo de Jesus Cristo nos ultrajes e maldições que sofre dos ímpios e libertinos, do que nas bênçãos e benefícios que lhes faz. O bem pago pelo mal é uma vitória assaz gloriosa que se alcança sobre si próprio e sobre o inimigo. É um enlevo santo que o desarma, é a mais sensível vingança que se pode tirar dele.

Encontram-se, é verdade, corações duros, almas baixas, terrestres, mais semelhantes a leopardos na expressão do mártir Santo Inácio do que a homens dotados de razão, aos quais os benefícios irritam, a doença, a cortesia e a honestidade volvem mais altivos, mais inimigos, mais propensos ao azedume e à malignidade. As graças, os favores com que procurais ganha-los são carvões ardentes, diz o Espírito Santo, que ajuntais sobre a cabeça deles.

Ajuntar carvões sobre a cabeça deles é, na expressão de São Jerônimo e de Santo Agostinho, abrandar à força de bem fazer a dureza do seu coração, é causar-lhe viva dor de haverem ultrajado pessoas que os cumulam de bens, força-los a amar, mau grado deles. E se resistem ainda a uma ação tão suave e tão eficaz, se persistirem em odiar-vos apesar de tantos benefícios, tornam-se dignas de um maior suplício, e atraem a cólera de Deus contra si.

O amor é a melhor vingança

Há corações tão mal formados, almas tão endurecidas pela paixão e tão destituídas de razão, que não é possível ganhá-las. Nada há no entanto que seja mais heroico que esta virtude, realmente heroica, que só sabe vingar-se por amor e virtude. Só Àquele que formou o coração do homem pertence trocar desta maneira os sentimentos, e ensinar-nos a tirar vingança pagando injúrias com benefícios.

Aqui está, por certo, a mola real do estabelecimento de fé. Era mais fácil resistir aos milagres dos primeiros cristãos, do que não se render diante do espetáculo de sua paciência. Não há virtude que impressione tanto o coração de Deus e que dê mais honra ao cristianismo. Todas as outras podem ser apreciadas por motivos menor puros e por vistas humanas.

É, todavia, muito raro que esta, quando universal e perseverante, não tenha a Deus por motivo.

Adquira já a sua edição

Esta e outras tão belíssimas e divinamente inspiradas reflexões você encontra em meio à obra do famoso padre jesuíta francês Jean Croiset. Amigo pessoal de Santa Margarida Maria de Alacoque, ele chegou a níveis altíssimos de virtude ascética. E não é incrível que ele nos tenha transmitido suas qualidades através de pequenas reflexões e meditações diárias?

Por isso, para poder ler mais de sua obra, acesse o site da campanha e garanta já a sua edição do Ano Cristão! Nesta primeira parte de nossa campanha, você receberá os três primeiros tomos. Referentes aos meses de Janeiro, Fevereiro e Março, eles serão de indispensável auxílio para a formação da alma e para a educação espiritual de todo seguidor de Cristo!

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


2 Comentários

  • Isa disse:

    Seria interessante se, colocassem cópia de um dia desta obra pra que pudéssemos conhecer melhor. A meditação de hoje foi maravilhosa, mas está completa?
    Tem direção espiritual ou…

    1. Livraria Caritatem disse:

      Salve Maria, bom dia! Você fala a cópia de um dia do Ano Cristão?

  • JUNTE-SE A MAIS DE 100 MIL LEITORES

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade