fbpx

QUEIMA DE ESTOQUE COM ATÉ 70% OFF

EU QUERO O MEU

Como se preparar para uma festa religiosa

Tempo de leitura: 2 min

Nossa sociedade, paganizada e irreligiosa, se esqueceu de como deve se preparar para os dias santos.

Pensamos neles como se fossem simples feriados, dias para “estar com a família”: parece que o nome de santo não significa mais nada.

Entenda aqui, no entanto, como estas ditosas festas devem ser vistas e tratadas por nós, fiéis católicos!

Reflexão

Considera que as maiores festas foram estabelecidas pela Igreja para atrair os maiores favores do céu sobre todos os seus filhos. No entanto, estas graças abundantes reclamam as disposições necessárias nos fiéis, sem as quais estas fontes se secam e nada produzem. A ceia daquele grande senhor, de que fala o Evangelho, estava preparada para muitos. Estes, no entanto, foram excluídos da festa por não quererem se privar de seus prazeres, de seus interesses particulares, de seus cuidados inúteis e dos mil embaraços totalmente mundanos.

Mesmo entre aqueles que aceitaram o convite, o Senhor puniu que lá se achava sem as disposições necessárias. Todas as festas que a Igreja celebras são uma espécie de banquete a que o Senhor nos convida, por assim dizer. E, por acaso, nestas festas não haverão aqueles que se recusarão a ir por motivos bem poucos cristãos e não menos frívolos que os do Evangelho?

Um dia para o campo, negócios de interesse, por que, enfim, quem não sabe que tudo isto se guarda para os dias de festa? Comprei cinco jugadas de bois: negócios domésticos. Casei-me há pouco, e por isso não posso ir. Como se santificam os dias de festa hoje? Pois serão dias de negócio, de indevoção, de divertimento? Que preparação é a nossa para os dias de festa?

O pouco valor que damos às festas santas

Para uma festa profana, do mundo, a preparação faz-se com muitos dias de antecedência. Para uma religiosa, porém, quem pensa em se preparar desde a vigília? E talvez nem no próprio dia! E devemos em vista disto admirar-nos que estes dias consagrados, estes dias de bênção sejam mananciais tão estéreis? Os santos, cuja memória se celebra, cujas virtudes se exaltam, cuja intercessão e poder se imploram, parecem até se calar diante da impiedade do povo cristão.

Que graças não recebem, então, os que assistem ao banquete com a veste de bodas, que se encontram em santas disposições, os que se preparam desde a vigília para a festividade? Quanto nos prejudica, Deus meu, nossa indolência, nossa pouca vigilância e nossa pouca devoção!

Adquira já a sua edição

E então, se interessou por tão sublimes escritos, tão plenamente preocupados com o engrandecimento da alma do fiel católico?

Colabore para que a Livraria Caritatem possa com excelência trazer esta imensa obra de volta para o cotidiano do fiel católico.

Assim que atingirmos 100% da contribuição esperada, os envios dos livros serão iniciados e eles poderão estar em suas mãos o quanto antes!

Por isso, acesse o site da campanha e garanta já a sua edição do Ano Cristão! Nesta primeira parte de nossa campanha, você receberá os três primeiros tomos.

Referentes aos meses de Janeiro, Fevereiro e Março, eles serão de indispensável auxílio para a formação da alma e para a educação espiritual de todo seguidor de Cristo!

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE A MAIS DE 100 MIL LEITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade