fbpx

QUEIMA DE ESTOQUE COM ATÉ 70% OFF

EU QUERO O MEU

O prejuízo da leitura dos maus livros

Tempo de leitura: 3 min

Nós sabemos que Santa Teresa D’Ávila ficou estacionada em sua vida espiritual por mais de décadas. No entanto, até que ponto nos prejudica a leitura de um mau livro?

Dentre os diversos artifícios de que o demônio se utiliza para nos afastar do bom caminho, as más leituras é um dos que mais arrastam almas para a perdição. Leia o que o padre Jean Croiset tem a dizer sobre este tema!

Leitura

A leitura de hoje está no capítulo 7 da Epístola de São Paulo aos Hebreus, versículos de 23 a 27:

“Além disso, os primeiros sacerdotes deviam suceder-se em grande número, porquanto a morte não permitia que permanecessem sempre. Este, porque vive para sempre, possui um sacerdócio eterno. É por isso que lhe é possível levar a termo a salvação daqueles que por ele vão a Deus, porque vive sempre para interceder em seu favor. Tal é, com efeito, o Pontífice que nos convinha: santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e elevado além dos céus, que não tem necessidade, como os outros sumos sacerdotes, de oferecer todos os dias sacrifícios, primeiro pelos pecados próprios, depois pelos do povo; pois isso o fez de uma só vez para sempre, oferecendo-se a si mesmo.”

Reflexão

Jesus está sempre disposto a salvar os que vão por Ele até Deus. Jesus Cristo quer salvar a todos os homens, apesar de ser certo que nem todos os homens querem se salvar com uma vontade sincera e constante. Daqui vem que o número dos que se salvam é tão restrito.

Entre as provas, todas as mais concludentes e mais palpáveis da falta de vontade sincera de se salvar na maior parte dos homens, uma das menos equívocas é a infeliz propensão para aumentar cada dia mais a malignidade do coração humano, buscando com ânsia e furor tudo quanto envenena nossa alma. Houve alguma vez peçonha tão ativa e mortal como a que anda espalhada por tantos maus livros? E que ânsias por ler tais livros! E quem não sabe que a leitura dos livros maus é um veneno já preparado?

Neles se afaga o gosto, tudo é formoso, tudo agrada, e por isso tudo envenena. Lê-se com tranquilidade tudo aquilo que, nunca conversa, seria ouvido com horror. As mais perigosas paixões se infiltram na alma por meio destas perniciosas leituras; em qualquer outra parte, ainda nas mais críticas ocasiões, nas tentações mais violentas, o espírito e o coração podem se distrair. Espantados do perigo, podem pôr-se em alerta contra os ardis do inimigo; podem aparar o golpe, ou ao menos fugir da rede lançada.

Contudo, na leitura dos maus livros, vai-se buscar com toda a vontade e deliberação o veneno, bebe-se a pequenos goles, mastiga-se, engole-se e converte-se na própria substância. Pois a leitura dos maus livros não será essa arte encontrada pelo demônio para confundir o espírito e o coração, os quais nunca estão menos distraídos, mais suscetíveis à paixão que nos maus livros acham sempre novos encantos?

O prejuízo para o coração

Neles, não há objeto estranho que distraia; sua leitura nos entrega a alma aos disparates das paixões. Por mais disfarçado que esteja o vício, tem sempre o que quer que seja de amoroso quando se apresenta a nossos olhos. Mas os livros apresentam sempre ao espírito e ao coração algo tão belo, tão suave, debaixo de palavras tão artificiosas, que não é possível defender-se dele. O demônio não tem artifício mais eficaz para perder as almas do que estes livros envenenados.

Pocas pessoas existem que não tenham naufragado nesta ilha. Pois que não haverá dentro de nós mesmos e fora de nós bastantes inimigos de nossa salvação, para que vamos buscar outros nos livros? Quantos ardis, quantos artifícios ele usa ao mesmo tempo!

A princípio, não é mais do que curiosidade. Esta familiariza o coração com o vício, e o demônio o inquietaria e assustaria de frente. À curiosidade se segue o gosto, e insensivelmente o coração se prende. Os bons livros convertem muita gente; os maus livros sempre pervertem mais. Dar um livro mau a alguém é lhe dar um veneno.

Adquira já a sua edição

E então, se interessou por tão sublimes escritos, tão plenamente preocupados com o engrandecimento da alma do fiel católico?

Você já pode adquirir a coleção Ano Cristão em nosso site. A coleção em breve terá seus envios iniciados, para que estejam o quanto antes em sua casa!

Caso tenha gostado deste texto, não exite em compartilhar com seus amigos, para que mais pessoas se orientem rumo à salvação eterna.

“Até aqui nos ajudou o Senhor” – 1 Samuel 7, 12

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE A MAIS DE 100 MIL LEITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade