fbpx

Adquira sua coleção Ano Cristão com até 40% de desconto!

ACESSAR OFERTA

Quem foi São João Eudes?

Fundador de duas Congregações: a Congregação de Jesus e Maria e a Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, conhecida como “Irmãs do Bom Pastor”.

Sua vida

João Eudes nasceu no dia 14 de novembro de 1601, no vilarejo de Ri, perto de Argentan, norte da França. Seus pais se chamavam Isaac e Marta e eram profundamente religiosos. Acometidos por uma esterilidade, foram à uma peregrinação implorar que esta lhe fosse retirada.

João Eudes foi o primogênito de sete filhos. Estudou com os jesuítas em Caen. No recreio, preferia ir à capela rezar. 

Quando adolescente, consagrou-se secretamente à Virgem Maria. Depois, sentiu o chamado de Deus para a vida religiosa. Antes de iniciar, porém, completou os estudos.

Vida religiosa

No ano 1623, formado e com a permissão de seus pais, João Eudes mudou-se para Paris, a fim de ingressar na Congregação do Oratório.

 Dois anos depois foi ordenado sacerdote, por que já tinha estudado. A partir de então, dedicou-se totalmente à pregação da Palavra de Deus entre o povo. 

Neste ministério, visitou cidades e vilarejos de várias regiões como Ile de França, Bretanha, Bolonha, e a Normandia.

Amor e fé

Estando na Normandia, região onde nascera, padre João Eudes presenciou a epidemia da peste negra, em 1627. Incansável, São João Eudes visitou quase todos os lugares atingidos, principalmente os vilarejos mais longínquos e esquecidos. Religioso sensível, levou a Palavra de Deus, conforto espiritual e assistência física aos doentes e suas respectivas famílias. 

Ao contrário de todos, São João Eudes Nunca teve medo de contrair a peste. Dizia brincando que “até a peste tinha medo de sua pele”. 

Mas tinha medo que os que estavam à sua volta pegassem a doença. Por isso, durante todo o tempo da peste, ele evitava entrar em casa. À noite, ia dormir dentro de um barril velho, deixado ao lado de um paiol.

Nasce a Congregação de Jesus e Maria

Interpretando os sinais dos tempos e inconformado com o rumo que os intelectuais vinham dando à sociedade, sobrepondo a razão em detrimento da fé, em 1643, São João Eudes fundou a Congregação de Jesus e Maria. Para isso, contou com a ajuda de alguns padres de Caen.

A missão principal da Congregação assumiu duas faces. 

Primeira: a formação doutrinal e espiritual dos sacerdotes e seminaristas. E a segunda, a pregação do Evangelho de acordo com as necessidades materiais e espirituais do povo. 

Além disso, eles difundiam a devoção aos sagrados corações de Jesus e Maria. 

Nasce a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio

Seguindo o mesmo objetivo de chegar cada vez mais próximo das necessidades reais do povo, São João Eudes fundou a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio, destinada às mulheres, cujo carisma era atender e auxiliar moças que se prostituíam por causa da pobreza e também crianças abandonadas, para que não se perdessem no futuro.

 No século XIX, a Congregação passou a ser chamada de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, e as irmãs passaram a ser conhecidas “Irmãs do Bom Pastor”. 

Missionários na revolução francesa

Junto com os missionários da Congregação de Jesus e Maria, São João Eudes, incansável, pregou milhares de missões populares. Os lugares por onde eles passaram, foram os que mais tiveram forças para resistir à tempestade antirreligiosa realizada pela revolução francesa. 

Além disso, São João Eudes foi o criador da devoção aos sagrados corações de Jesus e de Maria. 

Ele foi o primeiro a celebrar através de um culto litúrgico aprovado pela Igreja a festa do Imaculado Coração de Maria no ano 1648, e a do Sagrado Coração de Jesus no ano 1672. Hoje, essas celebrações integram o calendário litúrgico da Igreja.

Sua Morte 

São João Eudes faleceu na cidade de Caen, no norte da França. Era o dia 19 de agosto de 1680. Como legado, deixou para a Igreja as duas Congregações que fundou, milhares de religiosos e uma extensa obra escrita que se destaca pelo grande valor teológico, pela profundidade e clareza. 

Sua canonização aconteceu em 1925, celebrada pelo Papa Pio II.

Oração a São João Eudes

“Dai-nos, Senhor, pela intercessão de São João Eudes, a graça da devoção aos Santos Corações de Jesus e Maria. Concedei-nos, por sua intercessão, o auxílio de que necessitamos. Amém. São João Eudes, rogai por nós.”

————————————

São João Eudes é o autor da obra principal do nosso Clube de Leitura, a “Infância Admirável da Santíssima Mãe de Deus”. Essa obra é inédita no Brasil e nossa edição é de luxo: capa dura e hotstamping. 

Nossos leitores receberão essa e mais duas obras neste mês, além de uma série de benefícios como: brindes especiais, acesso gratuito ao nosso aplicativo de leitura, grupo exclusivo para membros, descontos na nossa livraria e em lojas parceiras e muito mais.

Se você também deseja receber a obra de São João Eudes e todos os outros benefícios do nosso Clube de Leitura, acesse o site.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


1 Comentário

JUNTE-SE A MAIS DE 100 MIL LEITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade